Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

02
Jan 12

Kim Jong-il, multidões, desespero e problemas de análise (3)

Terceiro número desta série, dedicada ao estudo das reacções populares à morte do presidente norte-coreano.
Fonte do extracto acima aqui (se quiser ampliar o contexto, confira também aqui). Deixemos de lado por agora o que o jornal chama "demonização da Coreia do Norte".
Disse um dia Epitecto que "o que perturba e alarma o homem não são as coisas, mas as suas opiniões e fantasias sobre as coisas". Aproveitando essa posição, Ernest Cassirer escreveu num dos seus livros que em vez de definir o homem como animal racional, devemos defini-lo como animal simbólico, como iminente produtor de símbolos para lidar com a realidade física e humana que o circunda.
Excluindo pôr em causa palavra tão substantiva e absorvente quanto o homem (como se o homem fosse uma substância em sim, independente de grupos, classes, culturas, nações e processos históricos), vou avançar com a hipótese de que somos todos produtores de três coisas: desconfiança, territorialidade e classificação.
Nota: confira o seguinte título disseminado por muitos portais:Cenas de desespero no funeral de Kim Jong-il. Imagem reproduzida daqui.
(continua)


 http://www.oficinadesociologia.blogspot.com/

publicado por animalsapiens às 10:09

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13

15
20


30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO