Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

03
Dez 12
Se o time de futebol preferido vence (ou perde), se alguém morre, se alguém nasce, se uma bala perdida atinge alguém, se há aprovação no concurso, se alguém quebra uma perna, perde dinheiro ou ganha na loteria etc. etc. ... tudo é vontade de Deus? Parece que se banalizou a ação humana, a vontade humana e o bom ou mau uso da livre escolha, com todas as suas consequências possíveis e prováveis ... Ninguém é responsável por nada.

Atribuir tudo à vontade de um Deus (ou de um deus) caprichoso ou voluntarioso, bondoso ou vingativo, é uma demonstração de infantilização e desconhecimento dos resultados das ações e das omissões humanas.

Se houver uma guerra ou um colapso ambiental, ou qualquer coisa parecida, certamente o bicho homem tem lá sua parcela de responsabiliddade nisso. E não importa se foi um amigo ou um parente que partiu para o 'andar de cima', isso acontece, sempre, desde sempre. A morte também é parte da vida, e não 'vontade de Deus'.

- por Paulo Santos
publicado por animalsapiens às 09:39

01
Dez 12
Existem pessoas com a sensibilidade à flor da pele ...

Recebi o texto abaixo (http://doidademarluquices.blogspot.com.br/2012/11/um-punhado-de-reflexoes.html) e republico aqui para apreciação.
.............................

UM PUNHADO DE REFLEXÕES

Só deseja um amor saudável, quem já viveu uma paixão dilacerante. Porque a paixão corroía tudo por dentro até tirar o fôlego, mas até a dor parecia bonita: aquele único instante de felicidade com o Outro compensava o
s trezentos outros de infelicidade. Só deseja ter um dia tranquilo, sossegado, quem tem a intensidade à flor da pele, quem acorda suspirando a vida, devorando o dia, se lambuzando de tudo sem conseguir tocar nas coisas com a ponta dos dedos. Só deseja constantemente a companhia das palavras quem escreve. Para estas, o silêncio nunca é mudo, é sempre uma possibilidade. Só consegue vislumbrar a paz quem se investiga, quem tem Consciência do que deseja e pode ou não obter, quem aprendeu a lidar com o imediatismo.
A escrita ensina a esperar, a escutar a letra da música e depois a melodia, juntas e separadas. A escutar a história do Outro sem fazer intervenções antes da conclusão. A compreender que os espertinhos são aqueles que sempre vão terminar levando uma rasteira da própria ingenuidade, porque perderam a inocência. Só consegue acordar para a vida, quem viveu solitário e insone dentro de uma noite interminável e caminhou sonolento pelo resto do dia, quem perdeu o sol. Só consegue apreciar a nudez, quem não é vulgar. Quem percebe com naturalidade que um corpo é como uma árvore, que o seu ambiente é extensão do meio ambiente e que, juntos, ambos são um ambiente inteiro. Só julga acidamente os Outros o tempo todo quem é recalcado. Quem se aprisionou na ideia do que é ridículo e não consegue suportar um ser autêntico. Só consegue ser irônico, quem é inteligente. Só consegue ser doce, quem já foi ferido e curado pela espiritualidade.
Só consegue o que quer os que têm desejos justos. E acreditam.

Marla de Queiroz


publicado por animalsapiens às 10:08

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
18
19
20
22

23
25
26
27
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO