Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

11
Fev 13

O Carnaval de hoje é a modificação de festas ditas pagãs, bastante antigas. É a celebração da carne, do corpo, dos desejos humanos, da liberação das repressões e inibições, a hora de tirar as máscaras. A bebida alcoólica e outras drogas apenas liberam os freios morais, frouxamente mantidos em funcionamento ao longo do ano para, nesses poucos dias, se soltarem e liberarem o que já existe dentro de cada um. Afinal, tem gente que gosta da festa e tem gente que vai pescar ou ler um livro !

 

Se o Carnaval brasileiro deixou de ser do povo e, hoje, é um rendoso negócio para os investidores, isso é outra história. Se acabou se tornando uma forma a mais de manipulação do povo, de se fazer politicagem, como ocorreu com o futebol, isso também é assunto para outra hora. Mas, o certo é que o folião se libera, se solta, desembesta morro abaixo curtindo o que estiver diante de sí, sem muitas preocupações com segurança pessoal ou coletiva, com normas, leis, moralismos, ou com a própria vida. Catarse !

 

O Carnaval dos mais pobres e dos ex-escravos que assim se mostravam com um batuque que virou samba; o Carnaval das marchinhas que atraiu multidões naqueles tempos de uma certa ingenuidade feliz; o Carnaval que atrai os 'barões' do capital rentista, dos investidores, dos manipulares, da mídia de massa, dos contraventores, do crime organizado com ou sem colarinho branco; o Carnaval produto, negócio, que vende uma falsa imagem do Brasil, que ilude a uns e outros mostrando a mulher como isca para vender produtos e também, ela própria, negociável!

 

Como será o Carnaval do futuro? Haverá futuro para o Carnaval? O Carnaval brasileiro, considerado a maior ópera 'popular' do planeta, sobreviverá a essa avalanche de comercialismo e de violências? O povo vai recuperar o Carnaval para seu divertimento e encantamento? As cidades voltarão a pertencer às pessoas e não aos carros? Voltarão a ser lugares de morar?

 

- por Paulo Santos

 

 

 

 

publicado por animalsapiens às 10:48

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15

17
19
20
21
23

24
25
26
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO