Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

26
Nov 13
publicado por animalsapiens às 10:12

21
Out 13

'Nada é impossível mudar
Desconfiai do mais trivial,
na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente:
não aceiteis o que é de hábito como coisa natural,
pois em tempo de desordem sangrenta,
de confusão organizada,
de arbitrariedade consciente,
de humanidade desumanizada,
nada deve parecer natural
nada deve parecer impossível de mudar.'

Sobre o autor: Bertolt Brecht (1898-1956), nascido em Augsburgo. Escritor e dramaturgo alemão, além de grande teórico teatral. Desde menino escrevia poesias de forte conteúdo social. Foi perseguido pelos nazistas pelo seu comunismo militante.

publicado por animalsapiens às 11:07

16
Out 13
publicado por animalsapiens às 12:17

09
Out 13

... transcrevo ...


'Olá 's : o tema de hoje pode ser visto de dois (ou vários) jeitos:

- uma palavra que nas redes sociais perdeu todo sentido;

- um tema até certo ponto, tabu, que lá ganha uma dimensão bizarra:


http://antijornalismo.blogspot.com.br/


Ficou curioso (a)?

Espero que sim, porque sua leitura é importante!


abraços!

Ana Claudia'
publicado por animalsapiens às 11:44

01
Out 13

"Homem, conhece-te a ti mesmo, por ti mesmo" - Dizem ser esta a frase original que constava no Oráculo de Delfos, na antiga Grécia.

publicado por animalsapiens às 11:45

10
Ago 13

"Que humanos e os outros animais convivam em paz,

que uns não tenham que servir de alimento para os outros,

Que as guerras, enfim, terminem,

E que as ruas e praças voltem a pertencer a pessoas,

Que a convivência não seja mais baseada no medo e na desconfiança,

Que o amor e a generosidade prevaleçam.

 

Que a beleza das flores e dos rios voltem a ser apreciados,

e o dinheiro não seja mais o metro para medir pessoas.

Que a religião e a política não sejam mais ferramentas de controle,

e que todos percam o medo de pensar e decidir por si.

Que a violência contra mulheres, idosos e crianças acabe,

e que haja mais cordialidade e menos competição entre os seres.

 

Que os mares, rios e lagos sejam despoluídos,

e a terra possa abrigar - igualmente - a todos,

sem donos, já que todos acabarão nos túmulos ao final da vida.

Que as cidades voltem a ser lugares de morar,

Que as escolas retornem como lugares de aprender,

Que a vida seja mais leve ..."

 

- por Paulo Santos

 

 

 

 

publicado por animalsapiens às 12:20

27
Mai 13

'Os bons e os maus resultados dos nossos ditos e obras vão-se distribuindo, supõe-se que de uma maneira bastante uniforme e equilibrada, por todos os dias do futuro, incluindo aqueles, infindáveis, em que já cá não estaremos para poder comprová-lo, para congratularmo-nos ou para pedir perdão, aliás, há quem diga que é isto a imortalidade de que tanto se fala.'

 

José Saramago

publicado por animalsapiens às 12:21

16
Abr 13
publicado por animalsapiens às 21:23

24
Mar 13
publicado por animalsapiens às 13:49

09
Dez 12

Cada vez mais frequentes, os casos de mortes durante ou em consequência de cirurgias estéticas não deixam de nos fazer pensar nos valores superficiais e rasos que norteiam a vida de muita gente. O desprezo pelo conhecimento em tempos como os nossos, com internet e tudo o mais que pode facilitar o acesso à boa informação, basta saber procurar, e isso não ocorre ... as pessoas parecem preferir a ignorância falsamente protetora.

 

Se a vida perdoa os simples, mas não os ingênuos, como diz a sabedoria popular, deveria haver um mínimo de bom senso em certas cabeças para que se veja que o risco não compensa. Um pouco mais de gordura aqui ou ali é, e sempre foi, coisa normal no ser humano. Então por que aventurar-se a um procedimento cirúrgico que traz riscos?

 

Ser, ter ou parecer? Vivemos tempos em que 'parecer' tem sido o mais importante. A preocupação com a imagem demonstra uma forte distorção nos verdadeiros valores que sustentam uma existência. O consumo desenfreado, a negação do 'outro', viver como se não fosse morrer, ter informações com a profundidade e vastidão de um pires ... Colapso civilizatório. Recomecemos!

 

- por Paulo S.

publicado por animalsapiens às 17:24

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO