Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

25
Dez 13

Não deixa de ser interessante, para dizer o mínimo, o Papa pedir aos católicos que comemorem o Natal ... em silêncio. E como o mundo anda precisando de mais silêncio e vida contemplativa. As datas religiosas se transformaram, nessas últimas décadas, em pretextos para festas, churrascadas, bebedeiras etc.; tudo, menos celebração sagrada. As pessoas se perderam, se desgarraram dos aspectos reflexivos  e propriamente religiosos das festas tradicionais e nem a chamada Sexta-Feira Santa escapou da festança.

 

Parabéns ao Papa, por relembrar ao seu rebanho que os rumos podem e devem ser outros. A religião é suporte de vida, tem caráter pedagógico pode-se dizer; as datas comemorativas são momentos de reflexão, são consideradas sagradas pelo vínculo que estabelecem com o sagrado que anda meio sumido da vida das pessoas.

 

- Paulo S.

publicado por animalsapiens às 09:21

01
Dez 13

Dezembro chegou anunciando que 2014 com a Copa e as eleições estão mais perto, bem como os muitos problemas que o Governo tem para resolver, apesar da retórica sempre otimista da presidente Dilma Roussef. A violência civil e militar não param, furtos e roubos, acidentes de trânsito, suicídios e homicídios. O país precisa urgentemente de mais investimentos em áreas sociais e de contenção dos avanços não só da corrupção, mas também das más ideias, das ideologias perniciosas, de seitas esdrúxulas ... (sei, ... qual o critério para definir?).

 

Sabemos que a transição espiritual pela qual o planeta está passando, tende a apresentar níveis crescentes de tudo isso e muito mais. Sobretudo se considerarmos que esses desequilíbrios ocorrem nos dois planos da vida. Há uma simbiose entre os iguais e juntos fazem acontecer, tanto o que nos é visível quanto o que nos é invisível aos olhos materiais.

 

Vale um esforço para livrar-se de toxinas emocionais e mentais, apesar do mundo tão perturbardo. Buscar na boa literatura, na boa música, na natureza e nas boas pessoas o equilíbrio para prosseguir a jornada.

 

- Paulo S.

publicado por animalsapiens às 10:14

20
Nov 13
publicado por animalsapiens às 18:10

06
Nov 13

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/crimes/2013-11-05/policia-brasileira-mata-cinco-por-dia-e-e-uma-das-mais-letais-do-mundo.html

publicado por animalsapiens às 10:47

29
Out 13
... é o resultado do que somos coletivamente: destrutivos, violentos, irracionais.

P. Santos
publicado por animalsapiens às 15:07

29
Ago 13

1 - Quando foi promulgado (Lei 8069 de 13 de julho de 1990), foi criticado por ser uma adaptação, fora de nosso contexto sociocultural, e como resposta a pressões de países europeus, dada a situação de nossas 'crianças de rua';


2 - Reduziu o poder patermaterno, contribuindo para a desestruturação familiar e quebrando a hierarquia culturalmente herdada;


3 - Terceirizou papéis familiares para instituições precárias e que, não raro, agem como se tivessem poder de polícia, aumentando a lógica da repressão e o ressentimento contra a sociedade;


4 - O aparecimento de uma geração que se sente protegida, privilegiada, com a 'Síndrome do Super-homem' (eu posso tudo), incapaz de conviver com um 'não', com limites, com frustrações, consumista e prepotente;


5 - O ECA foi sacralizado e criticá-lo atrai críticas sobre quem o faz;


6 - Contribuiu para o aumento da criminalidade infanto-juvenil e a formação de gangues de 'menores' que agem sob a sensação da impunidade;


7 - Sem obrigações ou compromissos até os 16 anos, chegam a essa idade sem interesse pelo trabalho ou pelo conhecimento;


8 - Aumento exponencial do bullying contra pais, professores e responsáveis em geral;


9 - Desrespeito pelo princípio da autoridade;


10 - Criou jovens com pouco ou nenhum compromisso político ou social, que improvisam a vida, sem planejamento, percepção de risco ou de consequências.


- por Paulo Santos

 


publicado por animalsapiens às 13:11

26
Ago 13

http://antijornalismo.blogspot.com.br/

publicado por animalsapiens às 19:09

09
Ago 13

Nenhuma sociedade em estado de direito sobrevive sem o princípio fundamental da Justiça, que é a aplicação das regras e normas de forma isonômica, independentemente da cor da pele, da classe social, do gênero, da religião, da etnia ... Para os gregos da Antiguidade, as três virtudes básicas eram a coragem, a prudência e a justiça, sendo esta última a principal.

 

O que temos visto no Brasil é de estarrecer. A Justiça deve estar acima do Direito. Uma lei errada ou que induz ao erro deve ser ignorada ou mudada, ou no caso de um julgamento, os princípios da justiça devem prevalecer sobre a burocracia. Mas, na prática, o que temos e vemos são decisões políticas e não técnicas, a burocracia prevalecendo sobre o princípios dos direitos fundamentais da pessoa humana, muita oratória e pouca prática de justiça real. Se for uma pessoa pobre, poderá amargar meses na prisão até que um juiz ou promotor se anime a analisar o caso.

 

Nesse estado de coisas, num país onde os julgamentos de criminosos de farda são feitos vinte e tantos anos depois dos crimes, não se pode criticar quem já não acredita nas instituições. E deixar de acreditar nas instituições representa um perigo para uma sociedade, principalmente a descrença nas instituições jurídicas.

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 12:48

12
Jun 13

Dias atrás assisti a um episódio de seriado policial europeu (Wallander.uk), quando depois de elucidar um crime horrendo, o investigador entra no ateliê do pai, já envelhecido, e chorando diz: não aguento mais, pai! O pai continua pintando por alguns instantes, e depois se volta para o filho e pergunta: lembra-se quando me perguntava por que eu pinto sempre a mesma coisa? E eu procurava lhe explicar que por mais que tentasse não conseguia pintar outras coisas que não fossem paisagens?

 

- Você acha que conseguiria deixar de fazer o que faz?

 

Fiquei pensando nesses muitos anos em que tento não escrever sobre política ou sociedade e não consigo.

 

Voltando ao desfecho desse episódio. O pai, sorrindo, disse ao filho. Acho que minha única solução será aproveitar o que resta da minha mente e irmos a Roma ver pinturas diferentes. Acha que isso é possível? O filho acenou que sim, com a cabeça, sorrindo e compreendendo onde o pai queria chegar.

 

Acho que também quero ir a algum lugar ver coisas diferentes. Pinturas, esculturas, uma boa música, uma arquitetura diversa da habitual ... qualquer coisa que mostre que a vida é mais do que a rotina.

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 19:07

08
Jun 13

Já se percebe que a mídia de massa começou a despejar o anestésico sobre a população. Começa com a Copa das Confederações. Daqui até outubro de 2014 o brasileiro estará envolvido, ou enrolado, com duas coisas altamente emocionais e que podem tirar muita gente do ar, contribuindo em muito para a alienação de um povo já bastante desinformado e desinteressado daquilo que realmente tem a ver com sua vida no longo prazo.

 

Tudo que tem a ver com futebol e/ou política tende a tornar o país bipolar pelos próximos meses. As preocupações 'político-futebolísticas' deixarão bons espaços para espertalhões e oportunistas da política e da economia para agirem sem o olhar do cidadão, exceto daquele cidadão mais atento e vigilante, seja torcedor ou não, seja filiado a algum partido ou não. Mas estes são minoria!

 

De qualquer modo, quando o anestésico mental deixar (provisoriamente) de ser necessário, em novembro de 2014, o brasileiro sairá do torpor um tanto assustado, tentando colocar-se a par dos outros acontecimentos. Tentará entender o que houve com a economia, com os salários, com os preços, com novas leis que ele não sabia que tinham sido aprovadas, quantos felicianos mais estão ou não nas Câmaras e Assembleias, e sabe-se lá quem estará governando o país.

 

- por Paulo Santos

 

publicado por animalsapiens às 11:46

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO