Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

08
Jun 13

Já se percebe que a mídia de massa começou a despejar o anestésico sobre a população. Começa com a Copa das Confederações. Daqui até outubro de 2014 o brasileiro estará envolvido, ou enrolado, com duas coisas altamente emocionais e que podem tirar muita gente do ar, contribuindo em muito para a alienação de um povo já bastante desinformado e desinteressado daquilo que realmente tem a ver com sua vida no longo prazo.

 

Tudo que tem a ver com futebol e/ou política tende a tornar o país bipolar pelos próximos meses. As preocupações 'político-futebolísticas' deixarão bons espaços para espertalhões e oportunistas da política e da economia para agirem sem o olhar do cidadão, exceto daquele cidadão mais atento e vigilante, seja torcedor ou não, seja filiado a algum partido ou não. Mas estes são minoria!

 

De qualquer modo, quando o anestésico mental deixar (provisoriamente) de ser necessário, em novembro de 2014, o brasileiro sairá do torpor um tanto assustado, tentando colocar-se a par dos outros acontecimentos. Tentará entender o que houve com a economia, com os salários, com os preços, com novas leis que ele não sabia que tinham sido aprovadas, quantos felicianos mais estão ou não nas Câmaras e Assembleias, e sabe-se lá quem estará governando o país.

 

- por Paulo Santos

 

publicado por animalsapiens às 11:46

25
Abr 13

Parece que a resposta é, sim! A tv por exemplo, apresenta programas com adultos expondo a vida íntima, 'andando' de quatro e rindo feito crianças de três anos ... e a plateia aplaude! Filmes de 'ação' - entenda-se de violência e sexo - são vistos com a maior naturalidade, e as telenovelas brasileiras mostram um mundo tão surreal que parece ficção científica de mau gosto.

 

As 'revistas eletrônicas', os programas domingueiros, os chamados de 'entretenimento' etc., se alimentam sempre de mais do mesmo. Um ensina culinária e o que vem a seguir, ensina como emagrecer sem esforço. Os telejornais vivem dos casos de crimes e violências várias, repetidas a exaustão. Casos internacionais, como o 'atentado' em Boston, EUA, recebem uma cobertura jornalística que não se viu quando houve enfrentamento entre população e polícia em Osasco-SP, ou quando as tropas da PM sobem os morros do Rio 'caçando' (verbo interessante para o caso) bandidos e traficantes. Ai de quem estiver no caminho!

 

Enfim, a tv brasileira emburrece e embrutece! As pessoas acostumam-se com a violência nossa do dia a dia, essa mesma praticada pelo próprio Estado e que não é menor do que a praticada pelos criminosos. O nosso telespectador senta-se, liga a tv e desliga o cérebro. Ai de quem fizer críticas a esse tipo de 'entretenimento': Plim plim!

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 11:38

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO