Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

26
Jun 12

Recadinhos ternurentos

"Pois, hoje, eu escolho soltar o pensamento em devaneios,

sem peias ou limites.

Deixar que o real e o surreal se unam em algo que possa representar

a vida esperada, estranhamente sentida.

E no vaso em que você plantou um lírio branco,

vai nascer, ao lado, uma esperança!" (Paulo)

Essa esperança me fará cigana que

corre mundos, que mora nos fundos daquela estrada

Que faz o tudo-nada ler as linhas de suas mãos.

Eu vou captar seus pensamentos no cedinho das manhãs

Enlaçá-los com nós bem apertadinhos

Acorrentá-los na varanda do silêncio

e deixar que os nossos sentimentos ditem os limites

de nossos sonhos.

Beleza e criatividade são essências das mãos

que tecem sensibilidades e aprendem

a cultivar lírios brancos perfumados de amor

e doces esperanças

que seguem as incertezas dos tempos!

 

Beijo carinhoso, Paulo!

Deusa

publicado por animalsapiens às 21:10

Paulo, penso que podemos fazer uma dupla poética, com o seguinte título:
ENTRE MONTANHAS E O RIO AMAZONAS, RSRRSR... "bora?"
Um abração, amigo querido!
deusa maria a 27 de Junho de 2012 às 17:51

Eu topo !! :-)
animalsapiens a 27 de Junho de 2012 às 19:02

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
15

18
21
23

24
27
30


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO