Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

12
Set 11

Outras Palavras inicia blog coletivo

Novo espaço amplia projeto editorial do site, dialoga com nova cultura política e abre-se à participação intensa dos leitores 

Não repare no desenho, que é precário e será logo alterado, com a reforma gráfica do site. Mas, se possível, passe os olhos em cinco textos publicados no blog coletivo – o novo espaço de Outras Palavras. Produzidos terça-feira, eles tratam de temas relevantes na semana: as manobras de Washington para evitar o reconhecimento do Estado Palestino da ONU; as novas iniciativas da Turquia para tornar-se potência regional no Oriente Médio; o declínio político da chanceler alemã, Angela Merkel; o atrito entre autoridades irlandesas e o Vaticano, que retarda a apuração de casos de pedofilia ocorridos naquele país; a explosão do uso de drogas sintéticas na Inglaterra (cinco novos lançamentos por mês…), diante do tabu que persegue derivados de plantas psicoativas.

Atualizado várias vezes ao dia (a partir da próxima segunda-feira), o blog coletivo será um espaço para textos mais breves, capazes de oferecer informação inédita e análises não-convencionais sobre um conjunto amplo de fatos nacionais e internacionais destacados. O objetivo editorial é claro. A cultura política da autonomia, que se espalha rapidamente, exigirá conhecimento cada vez mais vasto e aprofundado da realidade. Transformar continuamente o mundo, ao invés de apenas votar a cada dois anos, requer examinar cenários, enxergar os pontos em que eles podem ser alterados, imaginar iniciativas que permitam fazê-lo.

O jornalismo não-superficial, que a velha mídia abandonou, é um excelente instrumento para isso. Será mais fácil defender a descriminalização do uso de drogas se pudermos demonstrar que as políticas atuais interessam ao crime organizado e alimentam o consumo voraz e irresponsável de psicoativos “legalizados”. Quem compreender o papel de uma votação maciça em favor da independência palestina, nas Nações Unidas, desejará participar de atividades em seu favor.

Mas o novo espaço será marcado, também, pela multiplicação de espaços para participação dos leitores. Após o surgimento da comunicação horizontal, a aventura de conhecer e narrar o mundo deixou de ser privilégio dos jornalistas. Pode ser vivida por redes de colaboradores. Mas tal mudança, que muitos veem como a emergência de um “jornalismo cidadão”, está apenas começando. Para que ela avance, será preciso experimentar novas formas. Outras Palavras explora esta possibilidade sondando um caminho inovador. Desde 2010, mantém o Ponto de Cultura Escola Livre de Comunicação Compartilhada. No ano passado, ele promoveu 40 oficinas voltadas ao exame das mídias livres, na era digital – e produziu um documentário multimídia sobre as ocupações de prédios em São Paulo, que será lançado em 1º de outubro. Agora, irá além: oferecerá aos leitores, por meio do blog coletivo, a possibilidade de contribuir diretamente com o site, por meio de três canais de participação.

1. Os comentários: A partir dos próximos dias, a redação do site passará a postar, além de textos mais curtos, notas sumárias, chamando à colaboração. Queremos explorar as possibilidades do crowdsourcing, a construção de visões complexas sobre um determinado fenômeno a partir de múltiplas contribuições parciais. Imagine um tema como a instalação da primeira linha de trem de alta velocidade no Brasil. A partir de uma provocação inicial, um conjunto de leitores pode aportar contribuições sobre aspectos positivos, críticas, alternativas. Elas serão sistematizadas de tempos em tempos, em novas versões do post inicial. A obra permanecerá aberta. Com base nas informações trazidas pela rede, podem surgir diferentes pontos de vista. Também por meio dos comentários, os leitores poderão sugerir temas novos – que, eventualmente, se converterão, em posts abertos à colaboração dos leitores.

2. A colaboração regular: Além de estimular as contribuições esporádicas, o blog coletivo de Outras Palavras quer montar um grupo de colaboradores regulares. Em nossa fórmula, eles serão estimulados a acompanhar temas nacionais e internacionais relevantes. Alguns exemplos, entre dezenas de outros possíveis: as revoltas jovens na Espanha; o debate sobre a exploração do petróleo do pré-sal no Brasil; os preparativos para a Conferência Rio+20 sobre desenvolvimento sustentável; os esforços para articulação dos países do Sul do mundo; os avanços da nanotecnologia e suas repercussões sociais; a multiplicação de manifestações da cultura das periferias; a tramitação do novo Código Florestal Brasileiro no Senado.

Os colaboradores regulares deverão apresentar (via site, num formulário muito sintético, disponível nos próximos dias) um tema e um projeto sintético de cobertura. A própria redação proporá um primeiro elenco de assuntos que Outras Palavras gostaria de seguir. O site oferecerá, além disso, alguns instrumentos que pode qualificar a colaboração. No final de setembro, uma ou mais oficinas sobre web 2.0 debaterão e apresentarão, de forma prática, o uso da internet como ferramenta de pesquisa jornalística. Outras Palavras desenvolveu, e deseja compartilhar, importante conhecimento a esse respeito.

Estamos convencidos de que a internet tornou possível acessar informação alternativa sobre quase todos os temas nacionais e internacionais relevantes; e de que se pode produzir material jornalístico de alta qualidade selecionando, contextualizado e transformando este material em informação profunda e ao mesmo tempo compreensível por muitos. Vamos tornar pública nossa base de pesquisas e nossa experiência no uso de agregadores de conteúdo (via RSS) e de ferramentas como o Google News, o NetVibes e o Mandala (no ar em breve). Também debateremos como construir, com base nestas fontes e ferramentas, narrativas claras, ricas em informação e, sempre que for o caso, mobilizadoras – mas sempre verdadeiras e não-panfletárias.

Além disso, haverá debate permanente. Uma reunião de pauta semanal permitirá programar o trabalho futuro e avaliar o passado. Ocorrerá às quintas-feiras, em São Paulo. Terá transmissão participativa, via web-TV. No intervalo entre as reuniões, usaremos listas net e comunicadores instantâneos.

3. A colaboração incentivada: Por fim, graças ao Ponto de Cultura, podemos oferecer a um grupo de colaboradores incentivados, uma ajuda de custo quase-simbólica, vinculada ao cumprimento um plano básico de pesquisa e publicação: R$ 300 mensais, durante três meses. Terminado este período, recorreremos a um importante canal de financiamento das novas mídias: as plataformas que permitem captar recursos diretamente junto ao público, como o Catarse. Ao mesmo tempo, o site procurará incentivar novos projetos de cobertura de temas relevantes.

Para candidatar-se à colaboração incentivada bastará enviar o mesmo projeto de cobertura que pedimos aos colaboradores regulares. No final de setembro, a redação de Outras Palavras, fará – com possível auxílio de outros editores da mídia livre, blogueiros e estudiosos da comunicação compartilhada – a escolha dos primeiros projetos incentivados. Novas seleções se farão a cada três ou quatro meses.

Não haverá edição obrigatória, no blog coletivo de Outras Palavras. Ela será, num certo sentido, um espaço experimental para as possibilidades das novas mídias. Os demais espaços do site serão mantidos e enriquecidos. Além de atualizada mais frequentemente, a revista virtual, que já publica textos de nossos colabores e material internacional traduzido, poderá reproduzir textos dos blog coletivo – neste caso, editados pela redação. Nossa seleção de textos publicados na websfera brasileira será complementada, em breve, pelo Mandala, um agregador onde que permitirá acompanhar as manchetes de centenas de sites brasileiros de mídia livre, organizados por assunto – e acessá-los instantaneamente.

Na próxima segunda, irá ao ar o formulário para inscrições no blog coletivo. Outras novidades estão a caminho. Outras Palavras trabalha, há quase um ano, para montar uma web-TV permanente. Interessados em contribuir com o projeto podem escrever ao editor. Também queremos explorar a edição e publicação de livros digitais e a realização de debates presenciais sobre os temas que debatemos.

Temos poucos recursos, mas muita imaginação. Queremos ser um espaço em que se reúnam interessad@s em criar novas formas de conhecer e reinventar o mundo. Estamos apenas começando. Sua participação será sempre benvinda.

 

www.outraspalavras.net

publicado por animalsapiens às 12:32
tags:

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11




mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO