Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

27
Jun 13

Quem sabe! As manifestações que tomam conta das ruas demonstram, com sobra, o desgosto, o ressentimento e a crise de legitimidade e de credibilidade dos políticos. Há que se renovar ! Como todo esse processo iniciado há duas semanas vai acabar, ainda é muito cedo para dizer, mas uma coisa é certa: o país não será mais o mesmo. No entanto, engana-se quem acredita que os atuais 'donos do poder' vão ceder sem luta. Por enquanto, entregam os anéis para não perder os dedos. Vamos ver como reagirão quando mudanças mais estruturais se mostrarem necessárias.

 

A população, politicamente mais amadurecida, não será facilmente enganada, mas o poder e o encantamento da 'grande mídia', controlada por esses mesmos 'donos do poder', ainda consegue manipular e enganar. O esforço de conscientização será permanente. Um novo Brasil, mais limpo e revigorado em suas instituições, poderá ser o resultado da vontade popular manifestada nas ruas, sem concessões ou partidarismos. Não se pede reformas, maquiagens, mas mudanças !

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 12:53

12
Jun 13

Dias atrás assisti a um episódio de seriado policial europeu (Wallander.uk), quando depois de elucidar um crime horrendo, o investigador entra no ateliê do pai, já envelhecido, e chorando diz: não aguento mais, pai! O pai continua pintando por alguns instantes, e depois se volta para o filho e pergunta: lembra-se quando me perguntava por que eu pinto sempre a mesma coisa? E eu procurava lhe explicar que por mais que tentasse não conseguia pintar outras coisas que não fossem paisagens?

 

- Você acha que conseguiria deixar de fazer o que faz?

 

Fiquei pensando nesses muitos anos em que tento não escrever sobre política ou sociedade e não consigo.

 

Voltando ao desfecho desse episódio. O pai, sorrindo, disse ao filho. Acho que minha única solução será aproveitar o que resta da minha mente e irmos a Roma ver pinturas diferentes. Acha que isso é possível? O filho acenou que sim, com a cabeça, sorrindo e compreendendo onde o pai queria chegar.

 

Acho que também quero ir a algum lugar ver coisas diferentes. Pinturas, esculturas, uma boa música, uma arquitetura diversa da habitual ... qualquer coisa que mostre que a vida é mais do que a rotina.

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 19:07

08
Jun 13

Já se percebe que a mídia de massa começou a despejar o anestésico sobre a população. Começa com a Copa das Confederações. Daqui até outubro de 2014 o brasileiro estará envolvido, ou enrolado, com duas coisas altamente emocionais e que podem tirar muita gente do ar, contribuindo em muito para a alienação de um povo já bastante desinformado e desinteressado daquilo que realmente tem a ver com sua vida no longo prazo.

 

Tudo que tem a ver com futebol e/ou política tende a tornar o país bipolar pelos próximos meses. As preocupações 'político-futebolísticas' deixarão bons espaços para espertalhões e oportunistas da política e da economia para agirem sem o olhar do cidadão, exceto daquele cidadão mais atento e vigilante, seja torcedor ou não, seja filiado a algum partido ou não. Mas estes são minoria!

 

De qualquer modo, quando o anestésico mental deixar (provisoriamente) de ser necessário, em novembro de 2014, o brasileiro sairá do torpor um tanto assustado, tentando colocar-se a par dos outros acontecimentos. Tentará entender o que houve com a economia, com os salários, com os preços, com novas leis que ele não sabia que tinham sido aprovadas, quantos felicianos mais estão ou não nas Câmaras e Assembleias, e sabe-se lá quem estará governando o país.

 

- por Paulo Santos

 

publicado por animalsapiens às 11:46

01
Jun 13

O padrão de beleza que se impõe às mulheres tem sido a pele clara, magra, alta, de olhos claros e cabelos lisos e loiros. Por quê? Essa é a mulher europeia e nórdica, que representa uma minoria no planeta. Parece que o 'ovo da serpente' ainda está aí. O arianismo, a falsa ideia de que existe uma raça superior pode ter caído no imaginário social e é explorado comercialmente.

 

Mulheres morenas e de cabelos em tons escuros e ondulados procuram alisar os cabelos e buscar uma espécie de 'embranquecimento' cultural, adaptando-se às convenções da moda. Rejeitam a diversidade étnica em nome de um referencial cientificamente demolido. Só existe uma raça do ponto de vista biológico: a humana. A diversidade e variações étnicas correm por conta de adaptações a climas e ambientes naturais. Sem dúvida a natureza é mais sábia do que os humanos.

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 11:52

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO