Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

09
Jul 11

Car@s visitantes,

Apenas os comentários de anônimos serão moderados (aprovados antes de serem publicados) como medida de segurança. Leiam, comentem, opinem !   {#emotions_dlg.smile}

 

* Todos os posts (textos) sem assinatura são meus, e os demais naturalmente contêm os devidos créditos !!

 

** Abaixo  do post, há um espaço para comentários, que você pode acessar clicando em 'comentar' .

publicado por animalsapiens às 20:57
tags:

Nego submeter-me ao medo,
Que tira a alegria de minha liberdade,
Que não me deixa arriscar nada,
Que me torna pequeno e mesquinho,
Que me amarra,
Que não me deixa ser direto e franco,
Que me persegue,
Que ocupa negativamente a minha imaginação,
Que sempre pinta visões sombrias.
No entanto, não quero levantar barricadas por medo do medo.
Eu quero viver, não quero encerrar-me.
Não quero ser amigável por medo de ser sincero.
Quero pisar firme porque estou seguro.
E não porque encobri meu medo.
E quando me calo, quero fazê-lo por amor.
E não por temer as conseqüências de minhas palavras.
Não quero acreditar em algo só por medo de acreditar.
Não quero filosofar por medo de que algo possa atingir-me de perto.
Não quero dobrar-me só porque tenho medo de não ser amável.
Não quero impor algo aos outros, pelo medo de que possam impor algo a mim.
Por medo de errar não quero tornar-me inativo.
Não quero fugir de volta para o velho, o inaceitável, por medo de não me
sentir seguro no novo.
Não quero fazer-me de importante porque tenho medo de que senão poderia ser
ignorado.
Por convicção e amor quero fazer o que faço e deixar de fazer o que deixo de
fazer.
Do medo quero arrancar o domínio e dá-lo ao amor.
E quero crer no reino que existe em mim.

(Rudolf Steiner)
publicado por animalsapiens às 19:54

Muito bom que o Executivo municipal dessa cidade do centro-oeste de Minas arregace as mangas. Mas que fique claro que as eleições de 2012 já estão na ordem do dia, principalmente com o PSDB em baixa, devido aos recentes escândalos envolvendo membros do alto tucanato.
.........................................................
Sex, 08 de Julho de 2011 19:34   www.divinews.com.br

Como a prefeitura de Divinópolis trabalha! – São inúmeras inaugurações, revitalizações-Mudanças de trânsito-Esportes-Eleições-Reuniões-Shows-UFA!

DiviNews

Como agenda política/esportiva/cultural vale a pena o cidadão e principalmente a imprensa cumprir o extenso roteiro de fim de semana – Vai da pavimentação no Bairro Jardim das Oliveiras, passando pela inauguração da Praça Nelson Pelegrino no Bom Pastor, finalmente chegando a entrega das obras da Rua Bonsucesso e Jesus Jota – Os vereadores Hilton Aguiar e Adair Otaviano não terão mais motivos para reclamar do governo de Vladimir Azevedo, cumpriu o prometido

Pavimentação: no Bairro Jardim das Oliveiras será o grande dia da inauguração das obras de pavimentação e drenagem pluvial feitas no local. O valor das intervenções é de 580 mil reais em cerca de 1 km de rede de drenagem e pavimentação nas ruas Catelhanos, Açucena, Guanabara, Manguinhos. Os shows são de ‘Tony e Alexandre’ e ‘Só H’. A partir de 19h30, na Rua Castelhanos, esquina com Rua Mar e Terra.

Trânsito: A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans) comunica que algumas ruas terão o trânsito interditado em alguns dias do fim de semana. Os motoristas devem ficar atentos quanto às mudanças de circulação nos dias e respectivos horários. Nos dias 8, 9 e 10 de julho, no horário de 18 às 22h, em razão de uma festa julina promovida pela Igreja de São Sebastião, fica impedido o trânsito de veículos na Rua Monte Sião, no trecho paralelo à Praça São Sebastião, e também a rua Nova Serrana, entre as ruas Sebastião e Palma, no bairro Afonso Pena.

Revitalização: Inauguração da urbanização da Praça Nelson Pelegrino no Bairro Bom Pastor. Os recursos da Prefeitura foram de 20 mil reais, segundo a usina de projetos. A festa será na Praça Nelson Pelegrino com shows da dupla João Paulo e Natália.
 
Final Rural: Será neste domingo (10/07), a final da categoria principal da Copa Rural de Futebol 2011. O jogo entre a equipe do Córrego Falso x Costas, será realizada na Comunidade dos Costas, às 14h30. Foram realizados 53 jogos, com 161 gols, com aplicação de 159 cartões amarelos e 10 cartões vermelhos. Essa é a 26ª edição da competição.
 
Bom Sucesso: Grande inauguração do Complexo de Trânsito da região Sudeste de Divinópolis. Na região foi feita a ampliação do sistema de drenagem pluvial e recapeamento asfáltico da Rua Bom Sucesso e abertura de trechos da Rua Jésus Jota, no Bairro Interlagos. Ainda estão em andamento o alargamento e reforço estrutural da ponte do Bairro Mangabeiras/Ponte Funda e pavimentação da Rua João Ferreira de Morais. Os shows de domingo será de Só H as 18h 30 e Marcelinho de Lima e Camargo.
 
Eleição: O Conselho Municipal de Assistência Social do Município de Divinópolis realizará a eleição de conselheiros da Sociedade Civil para o mandato de 2011 a 2013. As assembléias serão: Dia 11/07/2011, às 18h, na Câmara Municipal de Divinópolis, na Assembléia Geral para eleição da representação dos Usuários da Assistência Social; Dia 13/07/2011, às 18h, no Anfiteatro da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA – Rua Minas Gerais, 900), para eleição das representações de Entidade ou Organização Social de atendimento, de Defesa de Direitos e de Assessoramento. Dia 15/07/2011, às 8h, na Casa dos Conselhos, para eleição da representação de Entidade ou Organização Social de Trabalhadores da Área de Assistência Social. Informações: Av. Getúlio Vargas, 268 – Centro – Divinópolis/MG (37) 3221-1860/ 3221-9922 – cmasdiv@yahoo.com.brEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Reunião: Conselho Municipal de Cultura fará em 14 de julho a sua primeira reunião às 19h na Sala de Multimeios na Biblioteca Municipal Ataliba Lago. Na pauta serão debatidos a Lei Municipal de Incentivo a Cultura, regime Teatro Municipal Usina Gravatá e a lei de rede de equipamentos culturais.
 
Xadrez: No Bairro Tietê, a Escola Municipal Otávio Olímpio de Oliveira organiza neste sábado (09/07) a segunda etapa do Circuito Divinópolis de Xadrez Escolar. A competição começa as 8h30 com o congresso técnico e logo em seguida às 9h começam as rodadas. Estão previstas cinco rodadas com o tempo de reflexão de 15 minutos para cada jogador. A Escola Municipal Otávio Olímpio de Oliveira fica na Alameda Rio Araguaia, 501 – Bairro Tietê. Informações: (37) 3222-8807 com Flávia Nogueira.
 
Show: “Uirapuru Canto Livre”, sob a regência de Gê Lara, apresenta o show “10 anos de música” mostrando canções brasileiras que marcaram a trajetória do grupo numa apresentação. Neste domingo às 19h no Teatro Municipal Usina do Gravatá. O evento faz parte da Agenda Gravatá 2011, que já teve Grupo Espanca, Drino David e Túlio Mourão. Informações: (37) 3216-1951 / (37) 3212-1913 / (37) 9199-0813

Exposição: está aberta no Museu Histórico de Divinópolis a mostra “Minha Cidade Tem História Viagem no Tempo”. Podem ser vistos gramofone, projetores de filme da década de 30 e a primeira máquina de escrever entre outras relíquias. O Museu Histórico fica aberto aos domingos de 8h às 13h e de segunda-feira a quinta-feira de 8h às 17h. Mais informações podem ser obtidas com Tânia Santos, através do telefone (37) 3222-7629
 
publicado por animalsapiens às 12:25

www.divinews.com.br[1] Qui, 07 de Julho de 2011 23:55

 

OAB QUER INQUéRITO DA PGR PARA APURAR A DESTRUIçãO DE DOCUMENTOS DA DITADURA - SERá QUE OS DOCUMENTOS DE DIVINóPOLIS TAMBéM SUMIRAM

 

DiviNews

 

TODO MUNDO SABE QUE EM DIVINóPOLIS TAMBéM TINHA TORTURADORES, TODOS SABEM. MAS ONDE ESTãO OS DOCUMENTOS QUE IDENTIFICAM ESSAS PESSOAS, SERá QUE ESTãO NA BIBLIOTECA PúBLICA, NO TIRO DE GUERRA, NA POLICIA OU FORAM TODOS ENVIADOS PARA BRASíLIA - MAS, O PRESIDENTE DA OAB, OPHIR CAVALCANTE QUER SABER E POPULAçãO DIVINOPOLITANA TAMBéM É bom que as pessoas saibam que foram os torturadores da cidade, que hoje posam de "gente boa" da melhor estipe e totalmente éticos, calmos como um cordeiro (mas só externamente), assim como o corrupto, que não estampa na testa sua condição, o ex-torturador e violento, também não coloca visível "Eu sou violento", é igual os chefões da Cosa Nostra, fisionomia de gente boa, bonachão, bom com a família com os amigos. Mas, por trás, manda até matar, como no passado deve ter mandado.

 

Mas é um direito da sociedade conhecer os torturadores, não para revide, mas como conhecimento histórico. Assim como todo o Brasil conhece os torturados, que muitos hoje pertencem ao governo. É preciso conhecer os torturadores, que naquela época achavam que a causa era justa, mas não era. Mais vamos ao informativo da OAB. O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, solicitou hoje (07) ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a abertura de inquérito civil público para a apuração de possível crime praticado por funcionários da administração pública por inutilização de documentos do período da ditadura militar (1964-1985).

 

O requerimento do presidente nacional da OAB à PGR foi fundamentado em declarações recentes do ministro da Defesa, Nelson Jobim, de que documentos públicos mantidos em sigilo, referentes ao período de exceção, "desapareceram, foram consumidos à época". Ophir destacou que a destruição de documentos, que pode ter havido no caso, é crime definido no artigo 314 do Código Penal, com punição prevista de um a quatro anos de prisão se o fato não constituir crime mais grave. "É importante que documentos públicos não 'desaparecem' simplesmente", afirmou o presidente da OAB ao requerer a abertura do inquérito civil público. Ele salientou que documentos públicos "são destruídos (ou 'consumidos', como preferiu dizer o ministro) em razão de caso fortuito, ou então por negligência culposa ou ato doloso".

 

Na hipótese da comprovação de que houve ato criminoso em relação aos documentos desaparecidos do período da ditadura, Ophir ressalta que não cabem alegações de anistia nem de ocorrência de prescrição penal, uma vez que esses argumenmtos já foram afastadas pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. A seguir, íntegra do ofício encaminhado hoje pelo presidente nacional da OAB à Procuradoria-Geral da República, requerendo apuração da possível destruição de documentos da ditadura: Ofício n. 1505/2011-GPR. Brasília, 5 de julho de 2011. Ref.: Protocolo n. 2011.19.05811-01. Exmo. Sr. Procurador-Geral da República Roberto Monteiro Gurgel Santos Ministério Público Federal Brasília - DF Assunto: Inquérito Civil Público. Declarações do Ministro da Defesa. Senhor Procurador-Geral.

 

Em declarações recentes, de grande repercussão, o Exmo. Sr. Ministro de Estado da Defesa afirmou que todos os documentos públicos mantidos em sigilo, relativos ao período do regime de exceção em que viveu o país antes da promulgação da Constituição Federal de 1988, desapareceram. Textualmente: "Não há documentos, já levantamos os documentos todos, não têm (sic). Eles desapareceram, foram consumidos à época" (CartaCapital, 06.07.2011, pág. 21). É importante que documentos públicos não desaparecem simplesmente. São destruídos (ou consumidos, como preferiu dizer o Ministro) em razão de caso fortuito, ou então por negligência culposa ou ato doloso.

 

Nesta última hipótese, configura-se o crime praticado por funcionário público contra a Administração em geral, definido no art. 314 do Código Penal como extravio, sonegação ou inutilização de livro ou documento: "Extraviar livro oficial ou qualquer documento, de que tem a guarda em razão do cargo, sonegá-lo ou inutilizá-lo, total ou parcialmente. Pena - reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, se o fato não constitui crime mais grave." Importa desde logo ressaltar que não cabe, no caso, a alegação de anistia, não só porque a Corte Interamericana de Direitos Humanos expressamente a afastou, ao decidir em 24 de novembro de 2010 o caso Gomes Lund, como ainda porque não se sabe se a suposta destruição de tais documentos ocorreu após 15 de agosto de 1979, termo final de eficácia da Lei nº 6.683, de 28 de agosto daquele ano.

 

Incabível da mesma forma, na hipótese de comprovação de ato criminoso, a ocorrência de prescrição penal, pois o mesmo veredito da Corte Interamericana de Direitos Humanos ressaltou que a doutrina e a jurisprudência internacionais são unânimes em afirmar o não cabimento de prescrição na hipótese de crimes contra a humanidade, como foram considerados os delitos de Estado, praticados entre nós durante o referido regime militar de exceção. Por todas essas razões, solicito a V. Exa. gestões com vistas a abertura de inquérito civil público para a apuração dos fatos narrados, nos termos do disposto no art. 129, inciso III, da Constituição Federal. Ciente de que V. Exa. dispensará a especial atenção que o caso requer, colho o ensejo para renovar protestos de elevada estima e distinta consideração.

 

Cordialmente, Ophir Cavalcante Junior Presidente

publicado por animalsapiens às 09:08
tags:

Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO