Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

16
Jan 13

A resposta, aparentemente óbvia, para a pergunta do post seria: para representar a vontade popular nos parlamentos municipais, estaduais e federal. Mas será que é isso que acontece de fato? Com certeza, não! Os políticos representam interesses pessoais, de grupos, de igrejas, de corporações etc. O fato é que não há mais sobre o que legislar. Difícil é fazer acontecer o que já está legislado e o que eles produzem na forma de leis que tentam, inclusive, mudar comportamentos, costumes, tradições com uma ou outra 'penada'.

 

Parece que os tempos da democracia representativa acabaram, e chegou a hora da democracia direta, uma possibilidade real para que o cidadão se manifeste, online e em tempo real, sobre o que se discute sobre o presente e o futuro do país. Claro que isso não interessa a quem está lá. Afinal, não significa apenas perda de poder e controle sobre a população, sobre os rumos da história, mas principalmente dos privilégios e prerrogativas autoconcedidas.

 

Mas, é hora de mudanças profundas, para viabilizar uma sociedade melhor, menos sádica, hipócrita e cínica.

 

- por Paulo Santos

publicado por animalsapiens às 09:10

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18

20
21
22
23
25
26

27
30


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO