Para falar de gente, de seres humanos, do bicho humano perfectível, apesar de tudo. Do Animal sapiens, mas a partir de agora do "Homo spiritualis", com sua fé e religiosidade muitas vezes confusa, gerando preconceitos, discriminações.

03
Dez 12
Se o time de futebol preferido vence (ou perde), se alguém morre, se alguém nasce, se uma bala perdida atinge alguém, se há aprovação no concurso, se alguém quebra uma perna, perde dinheiro ou ganha na loteria etc. etc. ... tudo é vontade de Deus? Parece que se banalizou a ação humana, a vontade humana e o bom ou mau uso da livre escolha, com todas as suas consequências possíveis e prováveis ... Ninguém é responsável por nada.

Atribuir tudo à vontade de um Deus (ou de um deus) caprichoso ou voluntarioso, bondoso ou vingativo, é uma demonstração de infantilização e desconhecimento dos resultados das ações e das omissões humanas.

Se houver uma guerra ou um colapso ambiental, ou qualquer coisa parecida, certamente o bicho homem tem lá sua parcela de responsabiliddade nisso. E não importa se foi um amigo ou um parente que partiu para o 'andar de cima', isso acontece, sempre, desde sempre. A morte também é parte da vida, e não 'vontade de Deus'.

- por Paulo Santos
publicado por animalsapiens às 09:39

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
18
19
20
22

23
25
26
27
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO